samedi, février 12

Petits Hommes Verts

Nada como “sangue fresco” vindo de fora para voltarmos a reparar naquelas pequenas coisas a que já nos habituámos, mas que são peculiares de Paris.

Com a chegada do Tiago, que foi o primeiro a vir visitar-me (o primeiro de muitos, espero), reparei novamente, através das suas repetidas exclamações de espanto, em várias nas portas do metro que é preciso abrir manualmente, na antipatia generalizada dos nativos parisienses e na particularidade de os semáforos para peões serem compostos de duas tonalidades de vermelho. Pois...

O Senhor Professor diz que « Os semáforos em França são diferentes dos semáforos no resto da Europa » e que « não se distingue quando o semáforo está verde e quando está vermelho »!

E foi vê-lo a atirar-se para cima dos carros cada vez que atravessava a estrada. Só está vivo hoje porque eu o salvei de um final trágico umas quantas vezes. Achei que se a primeira pessoa a visitar-me fosse daqui com menos 2 capacidades sensoriais, as probabilidades de alguém mais me vir visitar se reduziriam drasticamente.

E lá se foi a minha teoria da técnica de engate!




(Qual dos irmãos Dalton é que é este?)

6 Comments:

At 2:44 PM, Anonymous o «senhor professor» said...

Mas a que propósito é que uma pessoa, sem saber de nada, se vê assim na berlinda, colocada na net, e ainda por cima enxovalhada... E o direito à imagem, como é que é???

 
At 2:48 PM, Anonymous o «senhor professor» said...

AAAAAhhhhhhh... Ainda bem que reconheces - finalmente - que essa tua teoria da técnica de engate não passa de uma invenção da tua cabecinha. Daqui para a frente escusas de vir com essa conversa, pq agora ficou admitido publicamente e por escrito, para toda a gente ler...

 
At 2:49 PM, Anonymous o «senhor professor» said...

E essa mania de te referires sempre a mim como «senhor professor», enfim... também era escusado!

 
At 11:57 PM, Blogger MP said...

Ok, Sôtor!
De direito à imagem percebo pouco.
Olha, e não acredites em tudo o que lês. Eu não me responsabilzio nem assumo consequências de nada do que escrevo aqui...

 
At 6:39 PM, Blogger kel said...

Ce commentaire a été supprimé par un administrateur du blog.

 
At 6:43 PM, Blogger kel said...

Não sei como os parisienses conseguem distinguir o peão parado do andante... a foto é largamente esclarecedora da tua dificuldade, senhor professor... :-)

 

Enregistrer un commentaire

<< Home