lundi, juin 27

Au revoir DESUP

Acabou hoje a minha pós-graduação em Estudos Jurídicos e Económicos da União Europeia. O DESUP dezupilou. Para sempre. Há coisas que vão ficar, há outras que não. É sempre assim.

Mas foi uma despedida em grande. Um dia de quase 24 horas para marcar o fim.


De madrugada (9 horas da manhã!), após a chamada sempre conduzida com grande rigor pela Sofia Galvão, o último exame. 5 páginas sobre a Política Comercial Europeia e 4 sobre os partidos políticos nos países do Leste Europeu. Blá, blá, yada, yada. Pulitzer, no mínimo. O curso de Direito sempre serviu para alguma coisa. Não precisei de mais do que umas horas de leitura (poucas) para conseguir escrever o referido monte de palha. Isto com a idade vai-se aprendendo umas coisas. E não as que estão a pensar, provavelmente.



À tarde, sessão de encerramento na Sorbonne. 4 discursos fantasticamente entediantes (até um dos discursantes adormeceu com os discursos dos outros), acepipes e champanhe, fotos de família... Dispensava-se o formalismo bacoco que me fez usar fato (facto já por si só dispensável, quase inédito ao longo do último ano, mas agravado e muito pelos trinta e tal graus que estavam fora e dentro de portas). Dispensava-se o discurso de 20 minutos sobre a história de vida do Miguel Servet, um gajo que basicamente não fez absolutamente nada. E dispensava-se o pivete natural dos franceses - está-lhes no sangue (e no corpo, e no hálito, e na roupa). Já os acepipes estavam bons (embora nada bata os nossos mini-croquetes, mini-rissois e mini-pastelinhos de bacalhau!).


À noite, piquenique debaixo da Torre Eiffel (mais típico só um jantar no Buddha Bar, mas tal opção foi rejeitada por maioria de razõ€s). A comitiva tuga da Lucien Paye chegou 35 minutos atrasada. Por momentos envergonhei-me da imagem que íamos dar dos portugueses, que, mais uma vez, eram os últimos a chegar. Quando percebi que ainda assim éramos os primeiros a chegar, só me apeteceu gritar: «E viva a Europa do Sul!».



Foi provavelmente a última vez que vi grande parte dos DESUPs. A Cavalo em decomposição, a Anorética, as Palomas, a Dudja, a Corcunda...
Ficam as fotos e os nomes completos.

Se ainda me der para isso, ainda faço um último post sobre o DESUP (senão daqui a dois meses já nem me lembro de o que é que estive aqui a fazer). Se não der escrevo sobre outra coisa qualquer.

2 Comments:

At 4:50 PM, Blogger Rita Dantas said...

Parabéns!

 
At 5:06 PM, Blogger MP said...

merci

 

Enregistrer un commentaire

<< Home