lundi, octobre 10

1 - Paris

« If you are lucky enough to have lived in Paris as a young man, then wherever you go for the rest of your life, it stays with you, for Paris is a moveable feast. »

Hemingway



Nada do que eu possa escrever sobre esta cidade faria jus ao que ela realmente é. E já tanta gente escreveu sobre ela que inevitavelmente iria acabar por plagiar alguém.

Portanto vou-me abster de tentar grandes descrições. Paris é Paris. Paris vem no topo da minha lista não só porque é uma cidade única, lindíssima, ENORME, caprichosa e cheia de personalidade, mas também porque ela significará, para mim, para sempre, algo de muito especial. Foi um local de descoberta e de redescoberta. De grandes alegrias e algumas angústias. Um período da minha vida em que, apesar de ainda meio perdido, vivi quase sempre na total despreocupação.

E acreditem em tudo o que se diz sobre Paris. Todos os clichés, todas as frases feitas, todos os lugares comuns: Paris é uma das cidades mais bonitas do mundo; Paris é a cidade do amor; Paris transpira cultura por todas as esquinas. São infinitas as coisas para ver e fazer em Paris.

Paris é mesmo a cidade das Luzes – a luz natural dos fins de tarde nas margens do Sena; a luz da torre Eiffel a brilhar de hora a hora; a luz dos túneis do Metro, das iluminações para os JO, da fontaine de St. Michel à noite; do pôr do sol na CitéU.

A tua luz encandeia, Paris. Nunca deixes que se apague.



Paris marcou. E quem ganhou fui eu.

1 Comments:

At 1:51 PM, Blogger kel said...

Correcção: quem ganhou fomos nós... com os teus crepes... ;-)

 

Enregistrer un commentaire

<< Home